Publicar no website Medium.com: esclarecer todas as dúvidas


Miúda, pára de arranjar desculpas - esquece os complexos e conquista os teus sonhos


livro miuda deixa desculpas

Quando olhei para a capa, pensei que não era para mim. Talvez para alguma adolescente ou alguém noutra fase da vida. Porém, o livro Miúda, pára de arranjar desculpas - esquece os complexos e conquista os teus sonhos é para todas. Porque todas temos objetivos e sonhos, embora saibamos que temos de afastar vários obstáculos que se vão atravessando à nossa frente para conseguirmos conquistar algo. Sabemos que nem sempre é fácil ter a capacidade de ver os obstáculos e ainda mais de "os chutar para canto". Muitas vezes deixamos projetos ou pensamentos de lado por pensarmos que somos incapazes. É nesses pontos que a autora americana Rachel Hollis procura atuar.

Hoje reconhecida mundialmente enquanto empresária, bloguer e autora de sucesso, Rachel Hollis passou por um processo de transformação mental até chegar ao sucesso de hoje. No livro, dá a conhecer estratégias para nós, mulheres, meninas ou miúdas pararmos de arranjar desculpas que não nos levam a alcançar os nossos objetivos pessoais ou profissionais, como iniciar um projeto, emagracer ou engordar, subir na carreira ou outro.

O livro Miúda, pára de arranjar desculpas procura ajudar as pessoas de sexo feminino. Sim, é sobretudo dirigido a quem já saiu de casa dos pais e até já pode ser mãe... Esta "Bíblia" de autoajuda pretende que consigam reconhecer o vosso valor e, depois, persigam e atinjam os vossos objetivos (sejam eles do foro profissional, pessoal ou familiar).

Como conquistar objetivos pessoais e profissionais


Os vários calhaus que possam estar no caminho são pouco a pouco destruídos pela autora. Um dos principais obstáculos será o estar preso ao passado: porque sofri isto, porque me disseram aquilo, porque nunca fui capaz de, "porque"... No fundo, as explicações para não avançarmos fundamentadas em experiências vividas que se mantém bem presentes e que por isso fazem com que a pessoa acredite que não é capaz.

Nas redes digitais essas experiências são bem visíveis. Quem exponha na internet opiniões  seja num blogue, redes sociais, etc  sabe do que falo. Somos constantemente bombardeados com mensagens públicas ou partilhadas connosco sobre os conteúdos que escrevemos/dizemos. Haverá quem emita opiniões fundamentadas e de encorajamento e quem, por mais que digamos seja o que for, vá estar sempre contra a nossa opinião e considere que sabe muito mais do que nós. 

As redes sociais são apenas o real. Por vezes, mais exacerbado, mas nem por isso longe da realidade dos olhares críticos da sociedade. Isso é o ideal: uma sociedade com capacidade crítica, de análise e argumentação, preparada para opinar construtivamente sobre os factos. Porém, não passa isto de uma realidade não utópica mas até mesmo impossível, pois que por mais escolarizada que seja a sociedade, esse ideal de perfeição racional não se concretizará.

10 erros comuns (e irritantes) na Língua Portuguesa

Errar é humano e fácil. 

É frequente estar a escrever e ter dúvidas sobre qual a palavra mais correta. O português é considerado um idioma difícil, com uma estrutura gramatical complexa, no entanto, deve-se procurar preservar este nosso rico elemento cultural. Sendo de jornalismo e comunicação, tenho ainda mais atenção à forma como escrevo e gosto de estar sempre atenta para poder melhorar o meu discurso. 

Quando estão a ler um texto, facilmente compreendem quando são "erros" que são apenas lapsos na escrita da palavra, por alguma distração, os quais são distintos de erros de Língua Portuguesa por falta de conhecimento de como se redige corretamente. 

É desejável que todos nós tenhamos cuidado ao comunicar, por isso, aqui apresento apenas 10 dos erros mais comuns ao escrever em português, mas podem deixar nos comentários mais exemplos que considerem relevantes.


Percurso pedestre: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros

O Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros é um local excelente para Turismo de Natureza, para quem gosta de fazer trekking, caminhadas, corridas, andar de bicicleta e desfrutar desta escapadinha no Centro de Portugal.

Fica a pouco mais de uma hora de Lisboa, a duas horas do Porto e a uns minutos do Santuário de Fátima.

O exemplo de percurso aqui sugerido é um dos mais apelativos para quem foi visitar o coração de Fátima e pretende explorar as proximidades através de um passeio por estradas de terra, cercado de natureza com excelentes paisagens e caminhos.


Cibridismo


O mundo on e offline estão tão conectados ao ponto de já terem fundido e nós nem nos apercebemos. Descubra como.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover